5 dicas para conservar a qualidade da água da piscina

10 de julho de 2020
5 dicas para conservar a qualidade da água da piscina

Conservar a qualidade da água da piscina é a melhor maneira para tornar seu processo de manutenção mais simples. Isso porque dedicar um pouco do seu tempo diário para realizar algumas verificações permite que você não perca de vista a qualidade da água. Quando nos preocupamos em mantê-la sempre ideal, haverá mais tempo para curtir, a qualquer momento, sempre que der vontade!

Por isso, neste blog, reunimos 5 dicas essenciais para ajudar a conversar a água da piscina, sem complicações e com eficiência!

1. Checar os níveis químicos da água da piscina

Ter uma água de piscina própria para o banho e, mais do que isso, saudável para todos, é fundamental. E para que se faça isso, você precisará testar seus níveis químicos regularmente. Especialmente depois de chuvas fortes ou em dias de sol intenso. De qualquer forma, é importante ter um estojo de testes sempre à mão, pois quanto mais você testar, mais saudável a água da piscina será.

Veja a seguir a frequência com que cada um dos químicos deve ser verificado:

  • Cloro: pelo menos uma vez por semana;
  • pH: testado também ao verificar os níveis de cloro;
  • Alcalinidade total: altera a estabilidade dos níveis de pH e deve ser verificado uma vez por semana;
  • Dureza do cálcio: uma vez por mês;
  • Metais: de 3 em 3 meses. Metais como manganês, ferro e cobre devem ser removidos caso sejam encontrados.

Para saber passo a passo como cuidar dos níveis químicos da sua piscina, acesse outros de nossos blogs dedicados ao assunto: Água limpa e saudável: o que significa uma piscina com pH balanceado? e Cloro para piscina: entendendo o rótulo.

2. Limpar o skimmer semanalmente

O skimmer é um equipamento essencial, responsável por manter limpa a parte superior da água da piscina. Justamente onde o cloro atua com menor eficiência. Mas não é raro que proprietários de piscina esqueçam de verificar a cesta do skimmer por dias ou até semanas. O equipamento se enche de todo tipo de detritos, incluindo folhas ou mesmo objetos esquecidos na água. Fazendo com que ele trabalhe com menor eficiência e, consequentemente, prejudicando o restante do sistema de filtração.

Por isso, é muito importante que a cesta do skimmer seja limpa pelo menos uma vez por semana. Pode ser uma boa ideia aumentar essa frequência para duas vezes na semana caso a piscina esteja sendo usada com mais frequência. Assim, quanto menor a quantidade de detritos presos nela, melhor será o processo de filtração.

3. Limpar o pré-filtro da bomba semanalmente

Muitas bombas de piscina possuem um compartimento de pré-filtração que intercepta os detritos maiores antes que o equipamento execute, de fato, o seu trabalho. Esse compartimento também deve ser verificado semanalmente, pois, caso esteja cheio demais, dificultará o funcionamento da bomba. Em alguns casos, o equipamento pode até mesmo ficar sobrecarregado, resultando na queima do motor!

4. Sempre verifique o nível da água da piscina

Você sabia que existe um nível certo para deixar a água da sua piscina? Esse nível oscila diariamente, devido à evaporação, chuvas ou simplesmente pela ação dos banhistas.

Seja qual for o caso, uma água desnivelada causa problemas. Quando o nível está acima do ideal, os detritos que flutuam na superfície não são captados pelos skimmers. Em casos de nível abaixo do ideal, os skimmers passam a puxar ar para o seu sistema. Aqui, mais uma vez, há o risco de se queimar o motor da bomba da piscina.

Sendo assim, verificar o nível correto é uma tarefa diária! Fique sempre de olho se a água está batendo na metade da abertura do skimmer! Dessa forma você não terá problemas.

5. Mantenha o filtro da piscina limpo

O filtro é parte importante do sistema de circulação e tem a função de filtrar impurezas menores que, com o tempo, também se acumulam no equipamento. A sujeira, assim como nos outros casos, o torna menos eficaz. Aumentando, com isso, o risco da água da piscina ficar turva, com crescimento de bactérias e com uma qualidade inapropriada para o banho.

A frequência com que o filtro precisa ser limpo depende do tipo de equipamento que você possui. Mas, seguindo uma regra geral, é possível perceber a necessidade da limpeza a partir do manômetro que mostra a pressão interna do filtro. Anote a pressão inicial indicada por ele. No momento em que a pressão aumentar em 0,6 kgf/cm² é hora da limpeza. Quanto mais detritos houver no seu filtro, maior será a pressão.

Tendo esses 5 detalhes em mente, o processo de manutenção da água da sua piscina se tornará muito mais fácil!