Água limpa e saudável: o que significa uma piscina com pH balanceado?

5 de outubro de 2018
Água limpa e saudável: o que significa uma piscina com pH balanceado?

Ter o pH balanceado é uma das principais obrigações de todo dono de piscina. Sendo apenas uma das etapas de sua manutenção, que deve ser regular. Mas, ainda que seja algo tão fundamental, causa confusão em muitas pessoas. Afinal, envolve substâncias químicas e isso por si só já assusta um pouco. Mas não se preocupe, você não precisará lembrar das aulas de química do ensino médio. Manter o pH balanceado não exige conhecimento sobre fórmulas. Só um pouco de paciência. Não é tão difícil quanto se pode pensar.
Ter uma piscina com pH balanceado significa segurança para a saúde de todos que utilizam a piscina, conforto, além de não prejudicar a própria piscina. Então atenção para o que vamos falar a seguir. Assim, você vai entender melhor como esse processo funciona, o porquê de ser importante e terá certeza de sempre ter cuidado.

Por que pH balanceado é importante?

Segurança

Não importa se sua piscina é a base de cloro ou de sal. Se você quer que sua piscina fique livre de germes e bactérias precisa manter o pH balanceado. Caso contrário, os desinfetantes não funcionarão como devem. Ou seja, a piscina vai ficar cheia de microrganismos indesejáveis que podem prejudicar a sua saúde.

Conforto

Sabe por que muitas vezes sentimos irritações na pele ou nos olhos ao utilizarmos a piscina? Nem sempre é por causa do cloro. Isso mesmo: pH desbalanceado. Ele não pode estar muito acido: seu corpo sente os efeitos imediatamente. Mas nem muito baixo também: já vimos a respeito dos germes

Corrosão

Lembra quando dissemos que a falta de pH balanceado prejudica a própria piscina? Uma piscina desbalanceada pode ser corrosiva para o revestimento, as escadas, o corrimãos e outros equipamentos da sua piscina.

Como ter um pH balanceado?

Manter a água balanceada não é assim tão complicado. Ter pH balanceado significa, simplesmente, que as diferentes medidas de produtos químicos da sua piscina estão adequadas.
A água de uma piscina está sempre em constante mudança. Afinal, tudo, desde o clima, até a sujeira e os cosméticos que você pode estar usando quando entra lá dentro, afetam o equilíbrio da água. Basicamente tudo que entra em contato com a água da piscina tem efeito sobre ela.
Mas, ainda que existam essas mudanças, você não precisa ficar trocando a água. Afinal, a filtragem e a desinfecção constante da água se encarregam de deixá-la própria para o uso. Ou ao menos quase: a verdade é que só isso não mantém a água balanceada. Fator tão importante, como já vimos. Para uma piscina ser balanceada é preciso que ela tenha os níveis adequados de pH, alcalinidade total e dureza de cálcio.
Para analisar os níveis desses químicos basta adquirir um bom kit de teste!

ph balanceado

Imagem: Shutterstock

pH

O pH é uma medida que define como a água está: ácida ou básica. Os níveis do pH são calculados de acordo com uma escala que vai de 0 a 14. 7 seria, portanto, seu estado neutro. Estando abaixo de 7, uma substância, nesse caso a água, é considerada como ácida. Por outro lado, quando o nível está acima de 7 é considerado básico.
Você provavelmente já deve ter ouvido falar de chuva ácida. Nesse caso, por exemplo, os níveis de pH estão mais baixos do que deveriam.
O nível de pH considerado ideal para uma piscina é de 7,4. Ligeiramente mais básica do que ácida. Para ter um pH balanceado, ajustamos seus níveis acrescentando o redutor de pH e alcalinidade, caso estejam muito básicos, ou o carbonato de sódio, caso estejam ácidos demais. O carbonato de sódio é também conhecido comercialmente como barrilha.
Você pode deixar o pH entre 7,2 e 7,6, sendo o ideal 7,4.
O mais correto é aplicar o teste de nível de pH diariamente. Lembre-se que pH ácido tem capacidade corrosiva. Já o pH básico demais pode causar, por exemplo, o problema da água turva. Para se ter ideia, em uma piscina com pH em 8, apenas 20% do cloro consegue combater as bactérias. Então, já sabe, atenção para o pH sempre balanceado!

Alcalinidade Total

O nível de alcalinidade mede todos os carbonatos, bicarbonatos, hidróxidos e outras substâncias alcalinas encontradas na água da piscina.
Alcalinidade total e pH andam de mãos dadas. Ela é responsável por fazer com que a água resista às mudanças de pH. Controlando-o. Água com alcalinidade alta tem, consequentemente, um pH alto. Água com alcalinidade baixa leva a um pH baixo.
Para aumentar a alcalinidade da água é preciso se adicionar bicarbonato de sódio. Para diminuir utiliza-se o mesmo que no caso do pH, o redutor de pH e alcalinidade.
Para um pH balanceado, mantenha a alcalinidade da água entre 80-120 ppm. Procure verificar os níveis semanalmente.

Dureza de cálcio

A dureza de cálcio é uma medida que aponta a quantidade de sais minerais presentes na piscina. Ela determina, portanto, o quanto a água da piscina está “dura” ou “macia”. A água “dura” pode ter altos níveis de cálcio e magnésio.
Se os níveis forem muito altos, a água fica saturada. Isso quer dizer que irá liberar as partículas em excesso da solução. É o mesmo que acontece, por exemplo, ao colocarmos açúcar demais no café, suco etc. Ele não dissolve totalmente, mas fica no fundo do copo. No caso da piscina, o excesso é depositado em quase qualquer superfície dentro da piscina: equipamentos, tubulações. Além disso, essa situação também dificulta a ação do cloro. Essencial para a desinfecção da água.
Se os níveis estiverem muito baixos, a água da piscina tentará obter o cálcio da forma que for possível. E que formas seriam essas? Essa “água macia” corroerá superfícies dentro da piscina que contêm cálcio e outros minerais, buscando suprir sua necessidade.
Na maioria dos casos, a dureza de cálcio é combatida naturalmente. Mas se esse não for o caso, você pode trocar parte da água da piscina. Drene cerca de 5% do todo e adicione água tratada. Faça isso novamente até obter os níveis certos. Níveis muito baixos, por outro lado, requerem a adição de cloreto de cálcio. Existe um produto específico chamado Elevador de Dureza Cálcica. Ele irá resolver o problema.
A dureza do cálcio deve estar entre 200 e 400 ppm. Nunca acima de 500. O teste deve ser feito semanalmente.

Tudo pronto para aproveitar sua piscina da melhor maneira possível!

ph balanceado

Imagem: Shutterstock

Cumprindo essas três tarefas, você terá o pH da sua piscina sempre balanceado. Mas não se esqueça também de sempre ficar atento aos níveis de cloro. Ainda que não tenha relação com o pH balanceado da piscina, é um fator muito importante para termos a água sempre própria para o banho.