Chuvas alteram o pH da piscina?

22 de novembro de 2019
Chuvas alteram o pH da piscina?
Os meses de outubro a abril, no Brasil, correspondem à época de grande calor, perfeitos para ficar muito tempo na piscina! Entretanto, também é a época em que há uma grande precipitação de chuvas. Por conta disso, algumas dúvidas aparecem para quem tem piscina em casa: será que tais chuvas podem alterar a composição química, mais precisamente, o pH da piscina? A resposta é sim! Veja aqui como lidar com o problema e manter a sua piscina própria para uso durante esse período:

Alteração do pH da piscina

As fortes chuvas que ocorrem nas estações de primavera e verão podem provocar, na água da piscina, alterações relacionadas à composição química. Desse modo, quase concomitantemente ao momento da chuva, o pH da piscina é elevado, assim tornando o cloro inativo e reduzindo sua eficácia. Isso significa que a piscina torna-se mais propensa a ter suas impurezas e microrganismos aumentados, podendo causar o aparecimento de algas e uma consequente turbidez. Tais fatores podem ser responsáveis por limitar o uso da piscina, uma vez que podem causar alguns problemas de saúde.

Como cuidar da piscina em época de chuva?

Avaliar as condições químicas da piscina constantemente nessa época é indispensável. Irregularidades na água que são rapidamente identificadas facilitam a resolução do problema e permitem o uso da piscina nos dias de calor. Veja aqui quais são os principais passos a serem seguidos:

1. Cuidar da piscina diariamente

Em épocas secas, sem chuva, o indicado é fazer testes de qualidade da água semanalmente. Entretanto, como as chuvas são responsáveis por alterar o pH da piscina, e consequentemente, a qualidade da água, é preciso que tais testes sejam feitos diariamente. Sendo assim, os testes devem medir os níveis de pH, alcalinidade e cloro. Para tal, basta ter em mãos um kit de testes!

2. Testar a alcalinidade

O equilíbrio do índice de alcalinidade ajuda a manter o pH da piscina dentro dos limites indicados.

3. Controlar o pH da piscina

Para manter a acidez controlada, o pH da piscina deve estar entre 7,2 e 7,6; ou seja, neutro. Caso não esteja dentro desses parâmetros, a água pode começar a ficar turva. Além disso, o pH da piscina, estando neutro, ajuda o cloro a cumprir mais eficientemente a sua função desinfetante.

Para saber mais detalhadamente sobre como cuidar do balanceamento do pH da piscina, você pode clicar aqui!

4. Aplicar cloro

Estando o pH da piscina equilibrado, deve-se aplicar o cloro. Os níveis ideais variam entre 1 e 3 ppm, normalmente alcançados pela aplicação de 4 gramas a cada mil litros. Entretanto, lembre-se: nos dias chuvosos, a quantidade de água na piscina aumenta e a de cloro diminui. Então, recomenda-se a aplicação de alguns gramas a mais.
ph dapiscina
Portanto, estar atento aos cuidados diários de sua piscina em dias de chuva faz toda a diferença! Dessa forma, você mantém o pH da piscina equilibrado, mantendo a água limpa e própria para uso, não afetando a diversão nos dias de sol!