Fibra de vidro: saiba mais sobre o material usado na piscina

25 de julho de 2018
Fibra de vidro: saiba mais sobre o material usado na piscina

Você já se perguntou o que significa ter uma piscina de fibra de vidro? O nome “fibra de vidro” lembra vidro, que é quebradiço. Mas, apesar do “nome duvidoso”, não é nada disso! A fibra de vidro é na verdade um material com mais resistência e mais qualidade, seja para uma piscina ou para diversos outros produtos. É por isso que, para você se sentir mais seguro e confiante com a sua piscina de fibra de vidro, preparamos esse blog para esclarecer todas as suas dúvidas sobre esse material,

De que é feito o material da sua piscina: a fibra de vidro

Fibra de vidro é um material que pode se referir tanto à própria fibra quanto ao material compósito usado como reforço. Apesar de também ser conhecido como fibra de vidro, seu nome é Plástico Reforçado com Fibra de Vidro (PRFV). Mas vamos entender isso melhor.

piscina de fibra de vidro

Imagem: Shutterstock

Primeiro de tudo: sim, a fibra de vidro é realmente feita de vidro. Ele é aquecido até ficar em estado líquido, depois passa através de furos extremamente finos. Esse processo cria fios de vidro tão finos que são melhor medidos em mícrons (uma unidade de comprimento que equivale a um milionésimo de metro).
Já o compósito é criado quando dois ou mais materiais são reunidos para formar um só material de maior qualidade. A fibra de vidro é essencial para a indústria de compósitos porque ela têm uma excelente resistência, é leve, flexível e tem estabilidade dimensional.
Quando a resina poliéster, por exemplo, é adicionada à fibra de vidro é quando temos o PRFV mencionado acima. Essa união resulta em peças que possuem longa duração, resistência e alta qualidade. Esse é, precisamente, o material usado para as piscinas de fibra de vidro.

A fibra de vidro: sua origem e seus usos atuais

A fibra de vidro do tipo que conhecemos hoje só começou a ser produzida nos anos 30, na Europa. A partir de 1936, a fibra de vidro passou a ser combinada com a resina de poliéster para formar o material compósito do qual falamos.
O seu uso começou durante a Segunda Guerra Mundial, nos anos 40. Momento no qual foi levada para outros lugares do mundo e passou a ser utilizada por diferentes setores de indústria.

Uso da fibra de vidro durante a guerra

Como era uma nova tecnologia, a produção de resina e de fibra de vidro era relativamente baixa. Além disso, como compósito ainda não se entendia bem suas características de engenharia. Mas já naquela época, se comparada com outros materiais, suas vantagens eram claras. A falta de suprimento de metal durante a guerra fez da fibra de vidro uma alternativa.
As aplicações iniciais eram para proteger equipamentos de radar, para sistemas de duto ou para nacelas (suporte para motores de aviões), por exemplo. Em 1945 foi utilizado na pele da fuselagem (corpo principal de um avião) do US Vultee B-15 trainer. O primeiro uso da fibra de vidro na construção da fuselagem principal de um avião foi na Inglaterra, com o Spitfire.

Uso atual da fibra de vidro

A fibra de vidro é utilizada para os mais diferentes fins. É comum usá-la juntamente com a resina poliéster:

  • Na aviação, como já vimos. Seja na hélice de aviões ou helicópteros ou na fuselagem do avião;
  • Na construção civil, compondo as telhas, os sistemas de isolamento elétrico e térmico etc;
  • Para reforçar produtos feitos de plástico, tais como capacetes, escudos de solda etc;
  • Em peças automotivas, tais como discos de embreagem, carenagens e pastilhas de ferro;
  • Em objetos usados no mar, como em pranchas de surf, bóias de sinalização ou em cascos de embarcações;
  • Não podemos esquecer das piscinas feitas de fibra de vidro. Além de outros recipientes de armazenamento como caixas d’água e reservatórios.

Porque escolher uma piscina de fibra de vidro?

piscina de fibra de vidro

Imagem: Shutterstock

Já que essa é nossa especialidade, depois de conhecer melhor a fibra de vidro e as melhoras que ela trouxe para a fabricação de diversos materiais, vamos ver como isso se aplica às piscinas. Em outras palavras, vamos descobrir porque a fibra de vidro é a melhor escolha para construir uma piscina.

A durabilidade da piscina feita de fibra de vidro

Já vimos que a fibra de vidro é resistente, com uma piscina não poderia ser diferente. Uma piscina de fibra de vidro tem longa durabilidade. Você não precisa se preocupar com eventuais rachaduras. Prova disso é que se você tiver cachorros, seus animais de estimação podem brincar nelas sem medo!

A instalação da piscina de fibra de vidro

A instalação de uma piscina de fibra de vidro demora geralmente de três a seis semanas. Isso porque ela já chega pronta na sua cada. Para se ter ideia, a instalação de uma piscina de concreto pode levar de três a seis meses.
Isso significa que o seu quintal não vai virar um campo de obras por meses a fio. Nada de equipamentos, materiais e pessoas andando para lá e para cá. Ou seja, meses de dores de cabeça são poupados.

A manutenção da piscina de fibra de vidro

A superfície de uma piscina de fibra de vidro é lisa. Então você não precisa escová-la semanalmente. Nem usar tantos produtos químicos para matar as algas. Essa é inclusive uma grande desvantagem das piscinas de concreto.
A fibra de vidro também não afeta a química da água, nem solta pedaços ou fragmentos que reajam com ela.
Em outras palavras, a piscina de fibra de vidro é muito mais fácil de ser mantida. Você gasta menos tempo e dinheiro com a sua manutenção.

O custo de uma piscina de fibra de vidro

A longo prazo, ter uma piscina de fibra de vidro significa gastar menos. Ela exige menos produtos químicos para manutenção. Isso não só poupa tempo e esforço, mas também reduz seus custos.
Além disso, você não precisa refinar a fibra de vidro ou substituir seu revestimento.
Ela é bem mais barata que as piscinas de concreto e de vinil, no longe e no curto prazo.

piscina de fibra de vidro

Imagem: Shutterstock

E aí? Ficou mais tranquilo? Agora é só curtir a sua piscina de fibra de vidro ao máximo. Afinal, o material é de confiança.