Cloro na pele: prevenção para alergias e irritações!

1 de maio de 2020
Cloro na pele: prevenção para alergias e irritações!

O cloro é um componente necessário que garante que a água das piscinas permaneça saudável e ideal para o banho. Assim, dispensar o seu uso, e arriscar-se a transformar um momento de lazer em um ato prejudicial à saúde, não vale a pena! Porém, não podemos negar que, sim, trata-se de uma substância tóxica, destinada a matar as bactérias, os fungos e os vírus da água. Logo, ele acaba afetando também a camada protetora de nossa pele, deixando-a ressecada e provocando irritações.

Neste blog, descobriremos como evitar desde ressecamentos até problemas de irritação mais sérios. Então fique ligado e não deixe de aproveitar a sua piscina por causa de algo que pode ser solucionado!

Como prevenir irritações na pele por causa do cloro?

Primeiro de tudo, antes de utilizar a piscina, é preciso se certificar de que os níveis de cloro não estão muito altos. Muitos dos sintomas de irritação e alergia acontecem porque a quantidade de produto utilizada está acima do que é indicado. Sendo assim, caso sinta um odor forte de cloro vindo da piscina, não será surpresa se alguém apresentar algum tipo de irritação.

Desse modo, fique atento: a concentração adequada é entre 1,0 – 3,0 ppm (partes por milhão) e pode ser medida com um estojo de testes.

Caso tenha dúvidas a respeito de como regular o nível de cloro de modo a não afetar a sua pele, basta acessar nosso blog: Saiba como usar a barrilha para balancear o pH da piscina. Assim, você poderá curtir a sua piscina sem preocupações!

Cloro pode causar alergia na pele?

Ao primeiro sinal de alergia causado à pele pelo cloro, é necessário consultar um alergista. Porque é a partir disso que se pode ter um diagnóstico e tratamento adequado.

Mas já avisamos: o cloro não é uma substância alérgena. Ou seja, na verdade não existe alergia a cloro. Ao invés disso, o que acontece são irritações que podem ser confundidas com alergia.

Então por qual razão é importante consultar um alergista? Porque existem diversos motivos por trás das irritações à pele (ou a qualquer outra região) causadas pelo cloro. E o profissional irá ajudar a pessoa afetada da melhor forma possível para que ela não precise abrir mão do uso da piscina!

Dicas para proteger a pele contra o cloro

É bastante recomendado que a pele seja hidratada diariamente. Óleo de amêndoa ou oliva, ceramidas, vitamina E, manteiga de karité e aveia são ingredientes perfeitos para hidratantes. E uma pele hidratada ajuda a manter sua camada protetora!

Além disso, tomar uma ducha depois de cada mergulho na piscina é importante para retirar os resíduos de cloro da pele!

Portanto, o importante é não deixar de prezar pela qualidade da água da sua piscina, e o cloro é parte indispensável disso! Por isso, tome as medidas necessárias e aproveite ao máximo!