A HENRIMAR está sempre preocupada com a segurança de seus clientes. Nosso compromisso é o de que seus momentos de lazer possam ser tranquilos e seguros.

A HENRIMAR possui em todas suas piscinas de instalação 2 pontos pré determinados para instalação dos ralos de fundo do equipamento filtrante seguindo a norma ABNT NBR 10339.

Sugerimos que para cada bomba adicional sejam instalados também 2 ralos de fundo, evitando riscos de acidentes.

Contamos ainda com o Skimmer em todas as piscinas, um produto da HENRIMAR feito para coletar as sujeiras da superfície da piscina, e que, pode ser interligado a uma bomba para dividir a força de sucção.

DICAS DE SEGURANÇA

I. O projeto, escolha, montagem e instalação de sua piscina devem ser feitos de acordo com as Normas Técnicas Vigentes, devendo ser observadas também, as instruções dos fabricantes das matérias-primas, equipamentos e produtos químicos utilizados. Deve ser tomado um cuidado especial com relação à instalação elétrica e aterramento dos equipamentos.

II. Dê preferência aos fabricantes e fornecedores que atendam as Normas Técnicas Vigentes.

III. Não permita que crianças, pessoas idosas, d

ebilitadas ou portadoras de deficiência física ou mental, utilizem a piscina desacompanhadas de um adulto responsável.

IV. Não nade sozinho e evite acesso à piscina consumindo medicamentos, drogas, bebidas alcoólicas ou após grandes refeições.

V. Não mergulhe em piscinas rasas. Trampolins e escorregadores só devem ser instalados em piscinas que permitem sua utilização.

VI. Pessoas com cabelos longos (abaixo dos ombros) devem sempre acessar a piscina com cabelos presos ou utilizando toucas

para natação.

VII. Não corra ou faça movimentos bruscos ao redor da piscina, em função do piso molhado se tornar escorregadio e perigoso.

VIII. Não leve para a piscina objetos de vidro, frágeis ou que ofereçam qualquer tipo de risco.

IX. Não utilize a piscina se as grades dos ralos de fundo, tampas dos drenos antiturbilhão e plugs do dispositivo de aspiração não estiverem corretamente instalados.

X. A falta de tratamento adequado da água pode permitir a proliferação de micro-organismos patogênicos.

XI. Em caso de dúvidas, consulte sempre o fabricante.

XII. Para evitar acidentes, recomenda-se o uso de cercas de proteção nas piscinas em locais onde há o acesso de crianças.

CRIANÇA NA PISCINA

Não é nenhuma novidade que as crianças adoram brincar na piscina, mas também não podemos esquecer que quando se trata de criança com piscina, todo cuidado é pouco! Além de uma piscina bem cuidada, é importante que sempre haja supervisão de um adulto. Afogamentos são a segunda maior causa de morte de crianças deaté 9 anos no Brasil, então, fiquem de olho nos pequenos!

Acessórios como boias e coletes salva vidas são sempre muito bem vindos para aumentar a segurança, mas podem não ser suficientes para casos de emergência e salvamento.

Para evitar o acesso das crianças sozinhas, uma opção é a instalação de cerca ao redor da piscina com pelo menos 1,5m de altura, portões e travas seguras. Sensores de movimento com alarme também podem ajudar.

É de extrema importância que os pisos no entorno da piscina sejam antiderrapantes, uma vez que um piso escorregadio aumenta a possibilidade de acidentes.

MEU CACHORRO PODE ENTRAR NA PISCINA?

Dividir a piscina com seu pet pode ser muito divertido e agradável, principalmente no calor, quando eles também precisam se refrescar, mas, a entrada deles na piscina precisa também de cuidados!

Antes de tudo, precisamos estar atentos quanto à saúde do seu animalzinho. Ele deve estar com seus cuidados veterinários em dia. Se ele tiver com pulgas, carrapatos ou feridas, não deixe-o entrar na água.

É importante que a piscina tenha uma escada de fácil acesso que faça com que ele consiga entrar e sair sem ajuda, porém não significa que ele possa ficar sem supervisão. Esteja sempre por perto!

Se possível, utilize coleira peitoral, assim será possível puxa-lo em uma emergência.

E os pelos na água? Com o Skimmer da Henrimar é possível remover essas e outras sujeiras superficiais, como também insetos e folhas.

SKIMMER

O skimmer tem a função de eliminar toda a sujeira que fica suspensa na superfície da água, como folhas, cabelos, insetos, manchas de óleo causado por bronzeador e produtos capilares, espuma e demais detritos. Todas as impurezas são retiradas por filtragem.

É na superfície da água que se encontra o maior índice de contaminação por micro-organismos, pois nessa região o teor de cloro é menor. Isso aumenta a importância do uso do Skimmer.

Quando o equipamento está em funcionamento, o sistema de filtração aspira a água pela coadeira e a devolve para a piscina, criando um movimento contínuo da lâmina superior. Esse movimento permite a eliminação das partículas antes mencionadas, evitando a proliferação de algas no fundo da piscina.

O uso do Skimmer não fica restrito somente à limpeza da água. Ele é um importante dispositivo de controle do nível da água para que ela não transborde, além de agilizar o processo de aspiração com o auxílio de uma mangueira, aspirando-se o fundo da piscina e funcionando como dispositivo de segurança.

Em piscinas de fibra, há, geralmente, dois canos no fundo do skimmer. Um deles pode ser usado para sucção de água do fundo como um segundo skimmer, ou até como um cano extra de reposição. O outro cano leva a água até a bomba do filtro. A bomba puxa a água do aparelho.

Dentro dele há uma cesta, e em sua frente, um nível, ou porta flutuante. Quando a água entra no skimmer, os detritos flutuantes entram junto. Eles ficam presos na cesta enquanto a água é jogada de volta. Deve-se fazer uma manutenção semanal, retirando todos os detritos da cesta.

Nos EUA e Portugal, o uso do Skimmer é obrigatório, a fim de evitar acidentes nos banhistas causados pela sucção da bomba. No Brasil, seu uso está cada vez mais popular, pois é um equipamento que protege sua família de acidentes.

Lembrando que a Henrimar recomenda a instalação de, no mínimo, 2 ralos de fundo por equipamento, como: bomba do filtro (2 ralos) e bomba de hidromassagem (2 ralos). Toda instalação hidráulica deverá estar de acordo com as normas da Associação brasileira de normas técnicas – ABNT, prezando pela segurança dos usuários.