5 MITOS sobre piscinas: não deixe que estraguem sua diversão

19 de abril de 2019
5 MITOS sobre piscinas: não deixe que estraguem sua diversão

Você pode achar que sabe tudo sobre piscinas, mas provavelmente acredita em muitos mitos a respeito delas. Essas falsas crenças podem estar impedindo momentos preciosos entre família e amigos. Ou até mesmo transformando-os em momentos ruins.
Veja com a gente 5 mitos sobre piscinas em que você precisa parar de acreditar agora mesmo!

1. O cloro deixa o cabelo verde

O primeiro mito sobre piscinas de que vamos falar é o temido cabelo verde: o cloro não é responsável por deixar os cabelos verdes. Os verdadeiros culpados por isso são os metais, como o cobre, adicionados à água com produtos para o controle de algas: os algicidas.
E ainda que o cabelo possa ficar verde, não há razões para se preocupar ou deixar de aproveitar a sua piscina por essa razão. A cor pode ser facilmente removida com o uso de shampoos.
Saiba mais a respeito em nosso blog sobre o assunto: Cabelo verde de piscina: por que acontece e como evitar?

2. Nadar depois de comer

Todo mundo já ouviu alguma vez na vida que não se pode entrar na água depois de comer.
Segundo a crença popular, isso causaria cãibras severas e as chances de um afogamento por causa disso seriam altas. Não há, porém, provas médicas que apoiem esse outro mito sobre piscinas.
A teoria por trás dessa crença está no aumento do fluxo sanguíneo para o estômago e para os intestinos para que o organismo absorva nutrientes. Consequentemente você teria menos sangue para fornecer oxigênio aos músculos, o que levaria às dores. Mas a verdade é que você tem oxigênio mais que suficiente para suprir o estômago e os músculos.
Comer antes de entrar na água não é um problema. Isso não aumenta a probabilidade de se contrair uma cãibra. Elas podem acontecer a qualquer momento, independente da alimentação. Por isso a dica é nadar apenas na profundidade onde você se sinta confortável e ficar de olho em todas as crianças brincando na piscina.
Se sua intenção, no entanto, é fazer exercícios, faz mais sentido, realmente, esperar um pouco mais para iniciá-lo após comer. Mas vale lembrar que isso se aplica a qualquer tipo de atividade física – não somente às aquáticas.

3. Piscina com odor químico pesado significa uma piscina limpa

O forte odor químico não vem do cloro. Esse é mais um mito sobre piscinas. O odor significa que a cloramina se formou na água. Essa substância aparece quando os desinfetantes do cloro reagem aos contaminantes trazidos para a piscina, Seja através das pessoas (transpiração, urina, óleos corporais, cosméticos) ou do ambiente (poeira, folhas).
Enquanto muitas pessoas pensam que o forte cheiro químico na piscina significa que há muito cloro na água, mais cloro pode ser necessário para acabar com a cloramina. A cloramina é, inclusive, a responsável por deixar os olhos das pessoas vermelhos ou causar irritação.

sobre piscinas

Imagem: Shutterstock

4. Água clara é o mesmo que água saudável

O cloro combate germes que podem causar doenças. Mas sua ação não é imediata. Ainda que o cloro elimine a maioria em poucos minutos, alguns germes, como o Cryptosporidium, podem sobreviver em uma piscina adequadamente tratada por dias. Então fique atento ao que vamos falar sobre uma piscina saudável de verdade!
Não se pode confiar na aparência de uma piscina. A química é seu verdadeiro aliado. É importante testar a água toda semana e prestar atenção aos níveis de cloro e no pH. Com o cuidado contínuo não há como microrganismos indesejados permanecerem na sua piscina!

5. É difícil manter a piscina própria para o banho

De fato, manter uma piscina limpa requer disciplina. Mas isso não significa que é uma tarefa difícil. Acredite: esse é apenas mais um dos mitos sobre piscina.
Se você limpar e equilibrar a água semanalmente, os procedimentos difíceis e demorados têm altas chances de simplesmente não serem necessários.
A razão para isso é porque a disciplina é altamente recompensada: uma piscina bem conservada tem menos chances de turvar (o que demandaria um cuidado mais demorado). Isso, naturalmente, mantém o esforço no mínimo, porque se a sua piscina recebe a atenção adequada, o que há para se limpar? A ideia é que a manutenção da piscina e de sua água sejam sempre preventivas.
Para saber mais sobre a limpeza da sua piscina leia outros blogs a respeito, facilite seu trabalho e aproveite mais seus dias de relaxamento:

sobre piscinas

Imagem: Shutterstock

Mantenha isso em mente: nadar é uma atividade divertida, saudável e relaxante. Por isso, não a transforme em algo ruim por achar que já sabe tudo sobre a sua piscina.
Como vimos, muito do que se pensa geralmente não passa de mito. Então, não permita que a água da sua piscina se contamine e tampouco deixe de aproveitá-la por causa de suposições, que não fazem nada a não ser estragar os seus momentos de lazer!