Cuidados para evitar acidentes na piscina

10 de janeiro de 2014
Cuidados para evitar acidentes na piscina

Com o auge do verão o uso das piscinas aumenta, seja nos clubes ou na própria residência é preciso tomar alguns cuidados para manter a segurança de quem vai utilizar este recurso de lazer e para se refrescar.

Para evitar acidentes, tanto com crianças como com os adultos, é necessário certificar-se de que a manutenção da piscina esteja em ordem, principalmente quando falamos do ralo das piscinas.

Primeiro dos pais não devem tirar os olhos das crianças, e toda piscina, se possível, deve ser cercada, para evitar que por um pequeno descuido uma criança caia.

No caso dos ralos e bombas da piscina, a manutenção deve ser constante, para evitar que acidentes ocorram. A qualquer sinal de incidente a ação mais rápida a ser tomada é ir a casa de máquina da piscina e desligar a energia. Assim a sucção da água será interrompida.

Acidentes que ocorrem envolvendo o ralo da piscina estão geralmente relacionados a falhas na manutenção ou por falta de um dispositivo de segurança nos ralo que impedem a sucção.

Existem no mercado ralos anti-sucção que são mais seguros que os tradicionais.

Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Piscinas (Anapp), apenas 40 mil piscinas no país têm ralos com dispositivos de segurança.

A Sociedade Brasileira de Salvamento Áquatico coloca cinco dicas importantes para manter a segurança do seu filhos durante o uso da piscina.

Primeiro que sua atenção deve estar 100% na criança, quando estiver em um clube é preciso sempre ter um segurança, em qualquer acidente é preciso agir rápido, piscina cercada é sempre indicada e como já falamos, ralo anti-sucção e meios de interrupção da bomba.

Seja em casa ou em um clube, esses cuidados devem ser tomados. As piscinas são seguras e ótima fonte de diversão, mas desde que a manutenção esteja em dia e que os adultos tenham atenção, não só com as crianças, mas com todos ao redor da piscina.

 

piscina