Como ter uma alimentação saudável no Inverno

10 de julho de 2015
Como ter uma alimentação saudável no Inverno

O inverno convida a todos a se deliciarem com inúmeras gostosuras, são doces, caldos, queijos, chocolates e vinhos. Tudo muito convidativo, afinal, com esse friozinho, porque não se render ao calor de um bom caldo de preferência o mais calórico possível?

No entanto, alguns alimentos podem não ser muito vantajosos à saúde, proporcionando alguns quilinhos extras no fim da estação. Em épocas de frio o corpo necessita equilibrar o calor interno com o externo e para isso gasta mais calorias do que em temperaturas mais elevadas. Em consequência do esforço do organismo para manter a temperatura, consome-se mais carboidratos do que o normal. Porém, alguns erros cometidos nesses períodos podem prejudicar a saúde do organismo, como deixar de consumir verduras, frutas e beber água.

Não se engane com os caldos e sopas! Nesta estação, um menu de variedades de caldos e sopas são de encher os olhos, mas tome cuidado, muitas opções carregam em seus ingredientes muito queijo, farinha de trigo, creme de leite e amido de milho que servem para aumentar a consistência cremosa. Esses ingredientes, em excesso, são inimigos de uma dieta saudável no inverno. Opte por sopas com base de batata, mandioquinha, mandioca, cenoura ou caldos como de feijão. Outra escolha saudável é acrescentar à receita aveia ou quinoa, que conferem sabor e são menos calóricos também. E para engrossar, use o chuchu como alternativa.

Não abandone as frutas e verduras, esses tipos de alimentos são ricos em fibras e vitaminas, os quais garantem um bom funcionamento do sistema imunológico e auxiliam na prevenção de muitas doenças comuns no inverno como gripes e resfriados. Uma boa estratégia é preparar esses alimentos quentes!

Com o tempo frio, a tendência é diminuir a ingestão de água, contudo o organismo ainda necessita da mesma quantidade de água para um bom funcionamento. Para preencher a falta de água, procure completar na dieta o consumo de chás Ainda assim, o consumo de água é indispensável!

Referências:

Corpo a Corpo