Cerveja & Piscina

22 de janeiro de 2016
Cerveja & Piscina

Assim como vinhos, as cervejas também possuem diversidade em seus tipos e sabores. Quando se abre uma cerveja, remete-se há mais de 10 mil anos de história, baseado na fermentação, que de início não foi algo pensado, mas vivenciado ao longo da evolução humana, passando por toda a construção da civilização e experimentações com a bebida, até aquele momento em que se degusta uma cerveja gelada para aproveitar uma piscina num sábado ensolarado.

O impacto da cerveja na vida do homem deu-se a partir do momento de socialização que essa bebida oferecia, na reunião em torno do sagrado, na diversão, ao passo que, nos anos posteriores, ela ganhou força e foi capitalizada e especializada. Lado a lado com a história do pão, a cerveja tem sua origem na fermentação,  e ambos formaram uma dupla imprescindível para a alimentação de muitos povos, incluindo os europeus.

Os tipos de cerveja: Pilsen, Ale, Stout e Bock

A classificação da cerveja pode ser baseada na fermentação (baixa, alta ou espontânea), pela cor (clara ou escura), pelo teor alcoólico (baixo, médio ou alto), pelo extrato primitivo (fracas, normais, extras e fortes) e pelo teor de extrato (baixo, médio, extra ou alto).

Os dois tipos mais consumidos no mundo são as Ale e Lager.

Tipo Ale

Esse tipo de cerveja é tida a partir do processo de alta fermentação, indicado como o mais antigo, como as únicas cervejas que existiram até o século 19. Elas possuem um sabor mais adocicado, encorpado e frutada, além de teor alcoólico de 7% a 12%. A alta fermentação é obtida nas temperaturas entre 14°C a 25°C. Ela é produzida com cevada maltada e levedura em alta fermentação. As que apresentam esse tipo são: Stout, American Strong Ale, India Pale Ale e Irish Red Ale, entre muitas outras. Esse tipo não é encontrada nas principais cervejarias brasileiras que fabricam a tipo Lager.

 Tipo Lager

As cervejas tipo Lager têm graduação alcoólica entre 4% e 5%. Existem muitos estilos de Lager, mas a maioria é clara, com sabor moderadamente amargo. São Lager: Pilsener, Munchener, Vienna, Dortmund, Einbeck, Bock, Export e Munich.

As cervejas conhecidas como a Pilsen são mais contemporâneas. Ela ganhou espaço quando surgiram os primeiros refrigeradores. A fermentação mais fria possibilita que seja reduzida a produção de éteres, com a elaboração de paladares de fácil aceitação.

Hoje em dia não existe um tipo de cerveja que deve ser consumida, pois há uma variedade de tipos e sabores para aqueles que apreciam uma bela cerveja, de preferência sempre gelada.

 

Referências:

R7

News in Foco

Papo de homem

Imagem: Papo de Homem