Três Minutos para o fim do mundo

Duas potências estavam em pé de guerra, ou melhor, em meio à Guerra Fria. Como dois gigantes num condomínio, Estados Unidos e a antiga União Soviética competiam na corrida nuclear, e isso causou muito espanto depois da amostra da destruição que elas poderiam causar. No fim da Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1945, os Estados Unidos atacaram o Império do Japão com seu armamento nuclear. O The Doomsday Clock, ou o famoso relógio do Juízo Final, foi criado em 1947 pelo comitê Bulletin of the Atomic Scientists da Universidade de Chicago para simbolizar a iminência de uma catástrofe nuclear. Desde o seu início, o pêndulo mudou 18 vezes, avançando ou retrocedendo o ponteiro. O dispositivo utiliza a analogia de que a raça humana está a alguns minutos para meia-noite, e a meia-noite é o fim do mundo.

No dia de hoje, o pêndulo do apocalipse ou o relógio do juízo final está marcado às 23h57. O que isso significa? Que a humanidade está mais perto de um cataclismo, segundo o Boletim dos Cientistas Atômicos. A associação, que conta com 18 prêmios Nobel entre seus membros, considera altas as possibilidades de ocorrer uma catástrofe planetária, se não reverterem rapidamente a situação do aquecimento global e a corrida armamentista nuclear – que ultimamente tem se revelado instável com os anúncios de que a Coreia do Norte possui tecnologia armamentista.

O aquecimento global e as tecnologias avançadas, que proporcionam tanto o bem quanto o mal, são a chave para a chegada da meia-noite. O ano de 2015 foi considerado o mais quente da História, desde que começaram a medir a temperatura em 1888: um alerta para que olhem as consequências que simples atos do dia a dia proporcionam numa escala muito maior.

Muitos dizem que ações simples como jogar lixo na rua não tem influência no mundo, mas isso é um grande engano! Todas as nossas ações têm relação com as outras pessoas, afinal, todos, de uma forma ou de outra, são interligados. O que falta é uma consciência coletiva de que o planeta Terra é a morada do homem e que precisa de atenção.

Referência:

Terra

Os comentários estão fechados.