Ducha antes da piscina: sua maneira de preservar a água

Você pode não saber, mas a instalação de duchas e lava-pés é uma determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a ANVISA, para todos os locais que possuam piscinas, sejam eles parques, academias ou, até mesmo, áreas de lazer. Através de uma medida simples, é possível conservar o ambiente e proteger os usuários durante o uso.

Mas qual a importância de passar pela ducha?

A principal é que ela ajuda a preservar o ambiente, deixando a água mais limpa e própria para o uso. O hábito de tomar uma ducha antes de nadar ajuda no tratamento da água, retirando o excesso de substâncias que se acumulam na pele. Com a água mais limpa, naturalmente a quantidade de produtos necessários para a manutenção da água é menor. Ou seja, mais economia para você!

Então, anote aí as vantagens de passar pela ducha antes de cair na piscina:

  • Ajuda a manter a água limpa

Tomar uma ducha antes de entrar na água ajuda a eliminar algumas impurezas que naturalmente se acumulam e ficam sob a nossa pele, como excesso de poeira, cremes para o corpo ou cabelo e a própria oleosidade natural da pele.

  • Auxilia no tratamento da água

Uma vez que a ducha elimina algumas impurezas, isso acaba contaminando menos a água com suor e resíduos. Logo, a quantidade de produtos utilizados para a limpeza da piscina é menor. Menos produto, mais economia!

  • Não te deixa sentir frio ao mergulhar na água

A ducha ajuda a regularizar a temperatura do seu corpo entre o ambiente externo e interno, evitando aquela sensação de frio imediato quando o corpo entra em contato com a água.

Mas, atenção com a CLORAMINA!

Sua higiene pessoal está ligada diretamente com a saúde da sua piscina. E a cloramina é uma das maiores vilãs das piscinas.

Ela é o resultado da reação entre o cloro e a carga orgânica presente na pele dos banhistas – bronzeadores, óleos, hidratantes, protetores solares, suor, urina e também vírus, bactérias e fungos. O cloro, quando em contato com esses organismos, provoca uma reação que pode levar ocasionar vários problemas. Para citar os mais comuns: ardência nos olhos e ressecamento do cabelo, por exemplo.

Como saber se a cloramina está presente na água?

A cloramina é geralmente identificada através do cheiro forte e desagradável de cloro que deixa na água e também no corpo. E assim como dissemos, irritações também podem ser sinal de água com cloramina.

É importante ficar atento, pois o forte de cheiro de cloro não indica que há produto em excesso na sua piscina, e sim o contrário. Para solucionar esse problema, as soluções são simples:

  • Fazer o tratamento e cloração correta da água;
  • Conservar a piscina de forma adequada antes e depois do uso;
  • E não se esquecer da ducha para eliminar o excesso de resíduos do corpo antes de cair na água.

 

A Henrimar conta com uma linha completa de acessórios para o cuidado da sua piscina, e você pode conferir todos eles em nosso site. Coloque mais saúde e também mais piscina em sua vida!

Os comentários estão fechados.