Água: Tchibum

“Tchibum”! Se ao ler esta palavra você logo pensou em um mergulho na piscina. Você está certo. Esse onomatopéia que designa o som de algo que cai na água. E cair, mergulhar ou pular em uma piscina com uma água limpinha faz toda a diferença em casa e é um convite a bons momentos.

Mas até para usar a água da piscina precisamos ser conscientes. Dia 22 de março é o Dia Mundial da Água e uma piscina sem água é apenas um espaço de decoração com algo faltando. É um espaço vazio.

Quando bem tratada, com produtos de qualidade e com a periodicidade correta, a água da piscina não precisar ser trocada. Existes produtos no mercado que recuperam a água da piscina. E tem um detalhe importante, não se aconselha esvaziar um piscina de fibra sem a presença de um técnico.

E não utilizamos a água apenas na piscina, mas na ducha também.    Em uma área de lazer a presença da água é grande, mas se soubermos usar, não há desperdício no consumo da água nos momentos de diversão.

Em nossas casas as piscinas compõem as áreas que nos permitem ter bons momentos com nossos familiares e amigo, e a água é o ativo mais importante nas piscinas.

No verão usamos a piscina para nadar, mergulhar, pois sua água nos refresca em dias tão quente, porém quando as estações mais frias do ano chegam, podem desfrutar da piscina para festas ao seu redor.

A transparecia da água no permite utilizar luzes e cores para enfeitar, o que dá um toque especial para as nossas recepções.

Usar a água de forma consciente, tanto nas piscinas quanto fora delas, é garantir que esse bem nunca falte. Pois pense, o que seria de nos em um país tropical sem água e piscina?

Os comentários estão fechados.