Por que as algas na minha piscina continuam voltando?

13 de novembro de 2020
Por que as algas na minha piscina continuam voltando?

Os motivos que podem levar as algas a reaparecerem na sua piscina são diversos. E para falar a verdade, elas não surgem apenas em piscinas sujas. O problema pode estar em pequenos detalhes, como química desequilibrada, filtros e bombas inadequados, clima quente, entre outros motivos. Por isso, neste blog, vamos te ajudar a descobrir o porquê disso estar acontecendo. Fique atento e responda com a gente as seguintes questões:

Minha bomba e filtro são adequados para a minha piscina?

Primeiramente, devemos ter certeza de que tanto a bomba quanto o filtro da sua piscina sejam do tamanho ideal para ela. Para isso é necessário considerar o volume total da piscina, assim como sua taxa de fluxo. No caso das bombas, por exemplo, se a sua piscina possui 30 m² e sua bomba tem 5 m³/h, ela levará 6 horas para realizar um ciclo completo de água pelos filtros. Uma bomba de 10 m³/h precisa de apenas metade desse tempo.

Então precisamos ficar atentos a essa capacidade para permitir que esse ciclo seja realizado. É fundamental que a bomba e o filtro funcionem por tempo suficiente para cumprir sua função – a de retirar as impurezas da água. De modo a agir também contra um eventual surgimento de algas na piscina!

Os equipamentos estão em boas condições de funcionamento?

Mesmo que você tenha todos os equipamentos que a sua piscina precisa, será que eles estão funcionando como deveriam? Afinal, não adianta ter a bomba e o filtro corretos se eles não estiverem em boas condições de uso.

Sendo assim, é importante estar sempre com a manutenção em dia para se certificar de que todos os equipamentos sejam capazes de cumprir o que prometem. Ou seja, nada de algas na piscina.

A química da minha piscina está bem balanceada?

Deixar a química da sua piscina bem balanceada é essencial para que a água sempre se mantenha ideal para o mergulho. Por isso, ainda que seja algo que exija um pouco de paciência no começo, com o tempo você se acostuma e percebe como cada uma das substâncias presentes na água cumprem um papel específico e indispensável para que as algas não apareçam na sua piscina.

Nós temos um blog em que explicamos direitinho como funciona a química da piscina! Não deixe de conferir.

A única solução para as algas na minha piscina é a supercloração?

Em alguns casos, as algas continuam a aparecer na sua piscina porque simplesmente reequilibrar a água – e seus químicos – não é suficiente. Nessa situação, é recomendado que você realize o tratamento de supercloração, onde é necessário chocar a água com uma grande quantidade de cloro.

Para saber como realizar a supercloração, basta clicar aqui!

Estou com problemas de circulação?

A circulação se refere a como a água da piscina flui pelo seu sistema de equipamentos, e como ela circula pela piscina como um todo. Em outras palavras, a circulação compreende o fluxo da água pelo skimmer, pela bomba, pelo filtro, pelo aquecedor, se for o caso, e então, de volta para a piscina.

Assim sendo, a circulação é tão importante quanto todos os itens vistos até o momento. Não podemos negligenciá-la. Por isso, mais uma vez: se certifique de que os equipamentos estão em boas condições de funcionamento!

Minha piscina está limpa?

Estamos falando dos detritos que ficam flutuando na piscina. E os quais podemos ver claramente. Como folhas, galhos, pólen, insetos, fezes de animais, entre outros tipos de sujeira. Todos eles contribuem para que as algas surjam na sua piscina.

Mas além disso, precisamos pensar também em quando foi a última vez em que as paredes da piscina foram esfregadas. Se você não se lembra, é porque já está na hora de realizar essa limpeza.

E então? Encontrou a origem do problema das água na sua piscina? Esperamos que sim! Agora você pode aproveitá-la sem mais preocupações!