Alergia ao cloro da piscina: como acontece, sintomas e tratamento

31 de agosto de 2018
Alergia ao cloro da piscina: como acontece, sintomas e tratamento

O cloro é um produto essencial para desinfetar a água da piscina e mantê-la segura para o banho. Só que, ao mesmo tempo que seu uso é necessário, ele também traz certos inconvenientes. Algumas pessoas, por exemplo, sentem que têm alergia ao cloro da piscina.
Uma irritação devida ao cloro da piscina pode se manifestar após exposição a altos níveis de cloro ou se você passa muito tempo em piscinas. Ela pode se apresentar como uma pequena irritação ou como algo mais intenso. Pessoas com problemas respiratórios têm que tomar cuidado redobrado.

Sintomas da alergia ao cloro da piscina

Os sintomas de alergia ou sensibilidade ao cloro da piscina podem incluir:

  • Irritação nos olhos e queimação;
  • Vermelhidão da pele, sensibilidade ou erupção cutânea na pele.

Pessoas com asma ou rinite alérgica podem apresentar outros sintomas. Já que já possuem vias aéreas sensíveis. Eles são:

  • Tosse, especialmente à noite;
  • Dificuldades respiratórias;
  • Espirros;
  • Sensação de aperto no peito;
  • Coriza;
  • Comichão;
  • Nariz entupido.

Os sintomas da alergia ao cloro da piscina geralmente aparecem imediatamente. Mas em alguns casos pode levar horas ou até dias para algumas pessoas sentirem os efeitos.

Alergia ao cloro da piscina: diagnóstico e tratamento

Caso haja suspeita de alergia ao cloro da piscina é preciso consultar um alergista. Esse profissional irá fazer o diagnóstico e prescrever o tratamento apropriado.
E ele vai te dizer uma coisa que pode soar estranha: Não existe alergia ao cloro.
O cloro não é considerado um alérgeno. Ele não se configura entre os elementos primários causadores de alergias. Na verdade, ele causa irritações que podem ser confundidas com alergias.
Mas pode haver muitas razões por trás dos seus sintomas. Um alergista irá ajudar a encontrar a melhor solução para que o paciente possa continuar a nadar sem problemas. A irritação por causa do cloro não significa que você terá que abrir mão do seu lazer. Não se preocupe!
A sensibilidade da pele é geralmente tratada lavando a área afetada para remover vestígios do cloro.
Em alguns casos, um creme de corticosteróide pode ser prescrito. Mas tome cuidado para não usá-lo em excesso. Siga as instruções de uso. A erupção na pele pode ser tratadas com um anti-histamínico.
Caso você tenha algum problema respiratório, um alergista também ajudará a controlá-lo. Assim você também poderá continuar aproveitando a sua piscina.

Como evitar irritações devidas ao cloro da piscina

alergia ao cloro da piscina

Imagem: Shutterstock


Os sintomas de alergia ao cloro da piscina aparecem muito provavelmente porque o nível de cloro está muito alto. Então tenha certeza de que os níveis do produto estão corretos para que você possa aproveitar a sua piscina sem preocupações. A concentração adequada de cloro em uma piscina é entre 1,0 – 3,0 ppm (partes por milhão). Um sinal de que o nível de cloro está desregulado é o cheiro do produto. Se por acaso você sentir um odor forte de produto químico não vai ser surpresa se alguém apresentar irritações causadas pelo cloro da piscina.
Outra dica é tomar uma ducha depois de sair da água. Caso contrário, sua pele estará em contato com resíduos químicos o resto do dia.